ONLINE
1





 

          QUEM SOU  Fixe

 

 

"4 RODAS TRANSPORTAM O CORPO E

    2 RODAS CONDUZEM A ALMA."

          

 


  

  

  

 


CUIDADOS COM A MOTO
CUIDADOS COM A MOTO

CUIDADOS COM MOTO

 

Para os verdadeiros motociclistas, a manutenção e conservação da motocicleta é uma atividade constante.
Itens com sugestões e dicas de atividades ligadas à manutenção e conservação da motocicleta. 
Tabela para consulta rápida em ordem alfabética.
Bateria:
Examinar periodicamente a integridade da mangueira de respiro da Bateria.
Examinar periodicamente o nível da Solução da Bateria.
Nunca tentar abrir a Bateria quando esta for do sistema “selado”. 
Cabos: 
Examinar periodicamente as folgas dos cabos do acelerador, embreagem, freio, e afogador.
Lubrificar periodicamente os cabos do acelerador, embreagem, freio, afogador, conta giros e velocímetro.
Realizar a troca dos cabos quando o desgaste estiver elevado. (acelerador, embreagem, freio, afogador).
Carburador: 
Proceder periodicamente à limpeza e regulagem do (s) carburador (es).
Escapamento:
Procurar utilizar sempre escapamentos com as características compatíveis com as originais.
Filtros:
Examinar periodicamente o estado de conservação dos Filtros em geral. 
Fazer a substituição, nos prazos recomendados, dos Filtros em geral (ar, combustível, óleo).
Limpar periodicamente, com ar comprimido, o Filtro de Ar.
Não utilizar a motocicleta sem o filtro de ar.
Freios: 
Examinar periodicamente a regulagem dos freios e o estado de conservação das pastilhas e lonas.
Examinar periodicamente a integridade das juntas dos reservatórios do fluido do freio.
Examinar periodicamente o nível do liquido de fluido de freio.
Realizar a substituição das lonas e pastilhas de freios quando estiverem com desgaste elevado.
Reduzir a velocidade gradativamente, evitar paradas bruscas, e o conseqüente desgaste excessivo dos freios.
Geral: 
Examinar periodicamente o reaperto dos parafusos básicos mais importantes da motocicleta.
Não deixar a motocicleta muito tempo parada sem utilização.
Não transportar objetos de maneira inadequada e insegura, utilizar bauletos, bolsas e alforjes.
Nunca utilizar chaveiros pesados, esse procedimento compromete a durabilidade do “miolo” de contato.
Nunca utilizar produtos químicos de uso profissional ou industrial na lavagem de sua motocicleta.
Realizar nas concessionárias da marca, as revisões obrigatórias com a finalidade de não perder a garantia.
Realizar periodicamente manutenções preventivas junto a um mecânico de confiança.
Realizar periodicamente uma lavagem completa na motocicleta.
Injeção Eletrônica: 
Proceder periodicamente à limpeza e regulagem do(s) bico(s) de injeção eletrônica.
Lâmpadas: 
Examinar periodicamente o funcionamento de todas as lâmpadas da motocicleta.
Não substituir as características das lâmpadas originais sem orientação técnica. 
Motor: 
Não conduzir rotineiramente a motocicleta em regime constante de alta rotação. 
Não elevar os giros do motor logo a pós a partida inicial, aquecer o motor aumentando gradativamente a rotação.
Procurar utilizar combustível de boa qualidade evitando os postos de combustíveis “sem bandeira”.
Utilizar preferencialmente o cavalete central, a fim de nivelar e equalizar o combustível nos carburadores.
Verificar no manual de proprietário as velocidades e o giro ideal para amaciamento do motor.
Óleo do Motor:
Efetuar a troca do óleo do motor na quilometragem recomendada pelo fabricante da motocicleta.
Examinar periodicamente o nível do Óleo do Motor.
Realizar a troca de óleo, com as marcas e especificações feitas pelo fabricante da motocicleta.
Pneus: 
Examinar periodicamente a Pressão dos Pneus (Calibragem).
Examinar periodicamente o estado de conservação dos Pneus
Realizar imediatamente a troca dos pneus quando os mesmos estiverem com desgaste elevado.
Utilizar sempre os pneus com as características especificadas pelo fabricante.
Radiador: 
Examinar periodicamente o nível do liquido arrefecimento.
Rodas: 
Examinar periodicamente nas rodas raiadas, o alinhamento do aro e o aperto dos raios. 
Exigir que as montagens de rodas e pneus sejam feitas somente com maquinas.
Refazer o balanceamento das rodas em todas as trocas de pneus.
Suspensões: 
Engraxar periodicamente os bicos de graxa nas suspensões que contam com esse dispositivo. 
Examinar periodicamente a capacidade de ação e trabalho das suspensões.
Examinar periodicamente o alinhamento da suspensão dianteira.
Examinar periodicamente o nível de óleo dos amortecedores dianteiros.
Tanque de Combustível:
Examinar e limpar periodicamente todo o sistema da torneira de Combustível.
Lavar periodicamente a parte interna do tanque de combustível.
Procurar andar sempre com o tanque cheio, evitar que entre na reserva.
Transmissão Secundaria por Corrente: 
Efetuar periodicamente a lavagem da transmissão secundaria, retirando toda lubrificação antiga.
Efetuar a troca do conjunto de transmissão quando não for mais possível esticar a corrente.
Examinar periodicamente o estado de conservação dos componentes do conjunto de transmissão.
Lubrificar, com óleo Sae 90, a cada 500 km a corrente de transmissão.
Realizar periodicamente a regulagem da folga na corrente de transmissão.
Transmissão Secundaria por Cardã:
Efetuar a troca do óleo da caixa na quilometragem recomendada pelo fabricante da motocicleta.
Transmissão Secundaria por Correia:
Examinar periodicamente possível folga da correia de transmissão.
Efetuar a troca da correia na quilometragem recomendada pelo fabricante da motocicleta.
Importante:
A relação acima deve servir apenas como um lembrete e um rápido check-list.
Com objetivo de que a relação seja genérica e consiga abranger o maior numero de motos e situações, a mesma não pode ser rica em detalhares, como prazos, quantidades, etc.
É impossível concluir que esta lista seja completa com todos itens necessários para manutenção e conservação de todos tipos e modelos de motocicletas.
Tomas André dos Santos – tasmotos
www.tasnaweb.com

topo